Storytelling: O que é e como usar?

Saiba como aplicar o storytelling na sua marca

O termo storytelling se refere a uma técnica usada para escrever e contar histórias, ela está diretamente ligada à narrativa, a forma de transcrever e comunicar o que o autor deseja passar dentro de uma história. A palavra vem da língua inglesa e quando desmembrada é possível entender diretamente seu contexto, “story” significa história e “telling”, contar, ou seja, “contar uma história”. 

O método de utilização do storytelling vai depender muito do meio e narrativa em que ele está inserido, não existe uma fórmula exata para a sua aplicação, mas sim, alguns elementos necessários para a sua criação e que podem ser inseridos em qualquer narrativa, contexto e ambiente.

O que é storytelling?

Mais do que um termo, storytelling é uma arte, que utiliza métodos de contações de histórias inspirado por roteiristas e escritores, com o objetivo de transmitir uma mensagem ou até um acontecimento, mas não só isso, imprimir por meio de palavras ou imagens, emoções que levam a curiosidade do leitor ou espectador até o final.

Essa técnica pode e deve ser utilizada não só em histórias, mas em outros tipos de narrativas também, como: filmes, séries, campanhas publicitárias, teatro, materiais de marketing e até mesmo em jogos de videogames. Além desses contextos, o storytelling é costumeiramente inserido nos negócios para captação de clientes, aumento nas vendas e até na oratória para identificação do público com o orador.

O storytelling para negócios é uma ótima ferramenta para que o cliente se sinta conectado com o produto ou serviço que a empresa oferece, o que melhora e muito no sucesso das vendas ou até na lembrança do consumidor em reconhecer a marca e gerar awareness. Mas não só isso, também há um reconhecimento e aproximação do consumidor em relação ao que está sendo oferecido, pois há uma identificação e um sentimento de necessidade. 

Já na oratória, é também uma ótima forma de convencimento e de identificação entre o orador e o ouvinte. É por meio de um storytelling bem executado que acontecerá a atenção das pessoas para a mensagem que está sendo transmitida, caso não haja uma boa amarração da cronologia do que está sendo falado e bons argumentos utilizados, a dispersão da mensagem principal tende a acontecer.

Em todas as formas do storytelling é utilizado o sentimento, identificação e proximidade. Essas são peças chaves e fundamentais para que haja uma aproximação entre o objetivo, seja ele de apenas contar uma história e inserir o leitor ou ouvinte nela, ou até no convencimento do público em obter aquele produto ou serviço. A emoção e humanização dessas narrativas precisam estar diretamente impressas na mensagem.

O que compõe um storytelling?

Alguns pontos são essenciais para definir uma boa história e/ou narrativa, para que o  objetivo do autor, narrador ou palestrante, seja executado com sucesso. Mas eles vão depender também de como cada interlocutor quer passar a mensagem e o meio em que ela está inserida, além disso, definir o objetivo é essencial para o sucesso.

Existem 3 elementos fundamentais no storytelling que podem ser usados independente do meio inserido, do canal utilizado e do objetivo definido. Chamados de tripés de sustentação, esses recursos podem ser aplicados para o objetivo final. Porém, a fim de obter o sucesso é necessário que os componentes estejam totalmente conectados. Esses três pontos são peças chaves para uma boa narrativa.

1 – Técnica narrativa

É uma etapa muito importante para construir uma boa narrativa, para definir a técnica é preciso ter em mente qual a mensagem que o autor quer passar e o tipo de formato que a história estará inserida. Além disso, é preciso entender qual o caminho e conceito que dará embasamento e sustentação para o conteúdo inteiro.

2 – Conteúdo narrativo

No conteúdo é onde está inserido todo o contexto da história, parte muito explorada e talvez a que tem maior importância, sendo a mais conhecida e usada dentro de todo o storytelling. O conteúdo narrativo é o que faz a técnica ser aplicada, é o meio em que dá vida a todas as técnicas.

3 –  Fluidez

A fluidez é uma base essencial para qualquer formato em que está inserido o storytelling. Para a história ou informação ser consistente ela precisa ser indispensavelmente fluida, tem que haver uma continuidade entre o que está sendo contado ao leitor ou espectador. A fluidez está presente no contexto não para ser ininterrupta, mas sim, para criar um clima em que a audiência se sinta próxima, além do intuito de criar experiências e bons momentos.

Qual a importância do storytelling?

O storytelling é um meio muito importante para realizar uma comunicação efetiva, não só para contar histórias, mas para outros formatos também. Criar boas narrativas é essencial para reproduzir histórias únicas. 

Para realizar essas identificações com o público é importante que a atenção das pessoas e a mensagem seja captada de maneira efetiva. Porém, cada vez mais essa missão se torna difícil, devido a popularização dos meios de comunicação em massa e a quantidade de comunicação que os usuários recebem diariamente, prender a atenção do espectador se torna um desafio.

Geralmente para gerar essa aproximação uma dos fatores principais é trazer a empatia para o público e a emoção, dentro de qualquer formato que esteja inserida a narrativa. O sentimento de aproximação é o que torna um storytelling bem sucedido.

A vida humana sempre foi permeada por histórias e acontecimentos, todos os dias as pessoas estão inseridas dentro desse contexto, por isso o storytelling é importante dentro dos meios. Para o engajamento do público é importante que a história leve o leitor à uma jornada, para que o conteúdo não seja só apenas um amontoado de palavras que não traduzem emoções, sempre explorando em questões muito bem estruturadas e que tragam ideias bem delineadas.

A ótima narrativa traz o interesse e a identificação com o público, faz com que as pessoas se sintam inseridas e não só parte permanente do enredo, mas também ansiosos para saber do desenrolar dos fatos. 

Esse despertar de sentimentos que acontece com o público faz com que, de alguma forma, haja a identificação e até o despertar de alguma memória. Quando há a identificação, o despertar de emoções e a jornada, o storytelling traz também a sedução da narrativa, seja em uma história, um filme, uma série ou até a venda de um produto. Quando há um ótimo embasamento em todas essas etapas é mais fácil transmitir a mensagem que está dentro de cada contexto.

O que um storytelling precisa ter?

Dentro de cada narrativa podem acontecer diversos meios de se fazer um bom storytelling, não existe uma fórmula específica para a criação, pois sempre será necessário adaptar a mensagem ao meio em que ela está sendo inserida ou contada, então a percepção vai depender muito de como e porque a narrativa está sendo usada.

Além da percepção, outro fator que conta como será feito um bom storytelling, é o meio em que ele será inserido, por exemplo: as características para negócios e o que ele precisa ter são diferentes de uma para história escrita, assim como, o de um filme é totalmente diferente de uma palestra, por esses motivos que não existe uma fórmula mágica dentro desse contexto, a adaptabilidade tem que ser sempre um fator a ser considerado.

A capacidade da escrita pode ser aprimorada, quanto mais experiência o autor tiver maior será a chance de construção de uma ótima mensagem. No texto geralmente é necessário identificar quais as peças fundamentais da história, como será feita a abordagem dentro do contexto em que ela será contada e qual será o foco do que está sendo abordado, além da  base de sustentação de toda a narrativa abordada pelo autor.

Ainda que não existam fórmulas pré-estabelecidas, mas existem alguns pontos que se aplicam a todo e qualquer meio dentro de todo contexto para se criar um bom storytelling. São três elementos essenciais e importantes. Confira:. 

1 – Mensagem

Estabelecer um contexto dentro do storytelling, quais as circunstâncias que estão dentro da mensagem e em qual situação que está inserida a história, são necessárias para começar a delinear-lá. As informações básicas e as mais complexas precisam estar encaixadas dentro do contexto. A mensagem precisa ser forte e contundente, e a forma em que ela for apresentada precisa estar fortemente embasada para que a mensagem passada seja eficiente e eficaz.

O público precisa sentir a emoção e a identificação para que a história fique gravada de alguma forma, mas não só isso, para que ela esteja presente no imaginário das pessoas e surja uma identificação maior.

2 – Ambiente e personagem

O ambiente também é um fator importante e que irá delinear até a forma em que a mensagem será passada. A narrativa é sempre estabelecida dentro de algum ambiente, entender esse meio ou ter ele descrito de forma eficaz faz com que seja mais fácil o entendimento do público e o convencimento da história. 

A personagem também será um fator fundamental dentro de toda a narrativa, por ela que a jornada será desenhada, e também a transmissora da mensagem dentro de todo o contexto da história.

3 – Conflito 

É o agente principal que amarra e traz um fator importante para o storytelling, é por meio dele que será definido o interesse ou não do público em seguir acompanhando toda a narrativa ou história. O conflito tem ligação direta com a personagem e geralmente acontece para dar um estímulo e aguçar a curiosidade do público. 

Para que tenha um peso importante, esse conflito não pode ser de fácil resolução e precisa ser extremamente bem elaborado. Quando o conflito for resolvido trará uma transformação na personagem a ponto de gerar uma identificação no público.

Exemplos de storytelling

Existem diversos modelos em que o storytelling pode ser aplicado para uma narrativa eficaz, e um deles em que podemos ver claramente o uso dessa ferramenta são as campanhas publicitárias, em que geralmente o produto anunciado entra sempre em segundo plano e a narrativa envolve o espectador pela emoção gerada dentro do contexto da história.

Um exemplo de storytelling bem sucedido são as campanhas da empresa de refrigerantes Coca-Cola, que sempre trazem um contexto que ligam os temas: amor, amizade, família e união. Em segundo plano estão sempre os produtos da empresa, para que não sejam a temática principal da peça, mas que mesmo assim estejam presentes no contexto. 

Geralmente o foco principal são os sentimentos e valores que a marca deseja passar para os consumidores, induzindo a consumir o produto não pelas suas características, mas sim pelos sentimentos impressos em cada campanha publicitária. A identificação que a marca passa gera um sentimento de familiaridade com o consumidor.

A maioria dos filmes também incluem essa ferramenta, a exemplo, todas as obras da pixar, que sempre trazem um storytelling totalmente amarrado com as três principais chaves: mensagem, personagem e ambiente e por último o conflito.

Em suas histórias os espectadores sempre são induzidos primeiro ao meio com a rotina da personagem acontecendo de forma natural até que o conflito é inserido na questão. Após isso, a empresa introduz a jornada que a personagem passará para enfrentar o conflito, e ao final, a mudança que traz a personagem após a resolução. Essa mudança pode ser tanto na forma de encarar as coisas quanto na perspectiva de vida. O storytelling são histórias que deixam marcas.

Aplicando o storytelling na prática

Para aplicar todo o conceito do storytelling é preciso não só entender qual a mensagem que será passada, mas também o público que receberá a mensagem, qual meio será introduzido e quais sentimentos serão transmitidos ao público. Após entender essas peças, é fundamental usar todos os elementos acima para a sua criação.

Ao gerar a identificação com o público que será definido o sucesso de um storytelling, porém as recomendações no texto são apenas um guia para que sejam contadas boas histórias e narrativas, mas é importante lembrar que não existe uma fórmula exata para gerar esses sentimentos. 

É justamente a falta de fórmulas e a adaptabilidade de cada conteúdo aos meios e espectadores que trazem a beleza e a fluidez. O poder da reinvenção em cada narrativa contada é que faz com que o storytelling seja uma arte e um ótimo meio para extrair a emoção das pessoas no geral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

#BrasilDigitalNaoPara

Crie um e-commerce
em poucos dias
[e-book gratuIto]

Quer saber mais? baixe nosso e-book

×

istanbul escort beylikdüzü escort avcılar escort esenyurt escort mecidiyeköy escort bahçelievler escort arnavutköy escort şirinevler escort bağcılar escort bakırköy escort başakşehir escort aksaray escort ataköy escort bahçeşehir escort beylikdüzü kapalı escort bayrampaşa escort beylikdüzü türbanlı escort büyükçekmece escort esenler escort eve gelen escort halkalı escort kapalı escort kayaşehir escort küçükçekmece escort merter escort nişantaşı escort otele gelen escort sefaköy escort sınırsız escort sultanbeyli escort türbanlı escort tüyap escort zeytinburnu escort yakuplu escort bodrum escort marmaris escort

istanbul escort esenyurt escort esenyurt escort beylikdüzü escort bodrum escort marmaris escort istanbul escort beylikdüzü escort esenyurt escort beylikdüzü escort avcılar escort esenyurt escort esenyurt escort beylikdüzü escort avcılar escort esenyurt escort esenyurt escort avcılar escort şirinevler escort avcılar escort esenyurt escort beylikdüzü escort istanbul escort avcılar escort esenyurt escort beylikdüzü escort beylikdüzü escort istanbul escort türbanlı escort beylikdüzü escort izmir escort bursa escort sakarya escort maltepe escort denizli escort izmit escort beylikdüzü escort avcılar escort esenyurt escort